PISO TÁTIL

Piso tátil direcional : é uma placa com superfície de direcionamento e lineares, dispostos regularmente com medidas, distâncias e padrões conforme acessibilidade conforme ABNT NBR 9050. Sua instalação é feita sem sentido para deslocamento. Ao identificar esse padrão com o uso da bengala, o visual deficiente sabe que aquele é o caminho a ser seguido, igual a uma trilha, evitar que saia da calçada e provocando acidentes.

Piso tátil de alerta : é uma placa com superfície de relevo formada por várias bolinhas, com medidas, distância e disponibilidade também conforme a norma de acessibilidade da ABNT NBR 9050. Esse piso deve ser instalado quando houver um obstáculo, um poste, um muro, um degrau, parede ou entrada de um estabelecimento

 

COMO TODOS PODEM COLABORAR?

Calçadas bem projetadas e executadas, sustentáveis ​​e acessíveis, proporcionam cidades mais civilizadas, com melhor qualidade de vida para seus habitantes e, por consequência, com mais cidadania. As pessoas caminham mais, melhoram sua saúde, e diminuem o impacto no transporte público e no trânsito.

Desde 2004, a Associação Brasileira de Normas Técnicas apresenta a norma NBR 9050, que contém todas as especificidades dos pisos, tanto quanto o respeito aos locais de sua aplicação, como também os padrões de produção, como as medidas, tamanhos, núcleos, entre outras especificações. Há, ainda, leis como o Estatuto da Pessoa com Deficiência, desde 2015, que impõe o uso de pisos tóxicos no mobiliário urbano e nos locais privados de uso coletivo.

No Brasil, exceto, os pisos táteis ainda não estão disponíveis somente para regiões e é muito comum sinalizar situações de negligência em estações, shoppings, universidades, hospitais, cinemas, teatros, entre muitos outros locais públicos que disponibilizaram esta tecnologia de acessibilidade . O resultado destas infrações são cidades menos inclusivas e democráticas, e pessoas sem possibilidade de colocar em prática sua cidadania.